HomeLista de Teses >  [GESTAO AMBIENTAL NA INDUSTRIA: UMA AVALIACAO DO CO...]


 

Silva, Ademir Brandão. Gestão ambiental na indústria: uma avaliação do comportamento dos setores químico e petroquímico com relação aos passivos ambientais e os problemas causados em torno da Baía de Guanabara. [Mestrado] Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública; 2001. 118 p.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AGENCY FOR TOXIC SUBSTANCES AND DISEASE REGISTRY (ATSDR). Evaluación de Riesgos en Salud por la Exposición a Residuos Peligrosos. México: OPAS / ATSDR, 1995.

AGENDA 21, Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. (1992: Rio de Janeiro). Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas, 1996.

ALBERTI, M. ...[ et al.]. Evaluation of the costs and benefits of an environmental management system. INTERNATIONAL JOURNAL OF PRODUCTION RESEARCH, 38: (17) 4455-4466, 2000.

ALMEIDA, J. R. de ... [ et al.]. Planejamento ambiental: caminho para participação popular e gestão ambiental para nosso futuro comum: uma necessidade, um desafio - 2ª edição - Rio de Janeiro: Thex Ed.: Biblioteca Estácio de Sá, 1999.

ALMEIDA, J. R. de, MELLO, C. dos S., CAVALCANTI, Y. T. Gestão Ambiental: planejamento, avaliação, implementação, operação e verificação. Rio de Janeiro: Thex Ed., 2000.

ANTUNES, P. B. Direito Ambiental. Editora Lumen Juris, 1999.

ABNT, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ISO 14.001. Sistema de gestão ambiental - Especificações e diretrizes para uso. Rio de Janeiro: ABNT, 1996. 14p.

______. IS0 14.004. Sistema de gestão ambiental - Diretrizes gerais sobre princípios, sistemas e técnicas de apoio. Rio de Janeiro, ABNT, 1996. 32 p.

______. IS0 14.010. Diretrizes para a auditoria ambiental - Princípios gerais. Rio de Janeiro, ABNT, 1996. 5 p.

______. Classificação de Resíduos Sólidos. NBR 10.004. Rio de Janeiro: ABNT, 1987. 48 p.

______. Procedimentos de armazenamento de resíduos sólidos perigosos. NBR 12.235. Rio de Janeiro: ABNT, 1992. 14p.

BNDES, BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL, CNI, CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA & SEBRAE, SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Pesquisa Gestão Ambiental na Indústria Brasileira. Rio de Janeiro, 1998. 71p.

BARATA, M. M. L. Auditoria ambiental no Brasil: uma nova ferramenta de gestão empresarial no Brasil. Rio de Janeiro, 1995, 121p. Dissertação (Mestrado em Planejamento Ambiental) - Programa de Planejamento Energético, COPPE, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

BARCELLOS, F. C. Indicadores ambientais: Modelo propositivo para o complexo industrial de Camaçari. Orientador: Luís Henrique Melges de Figueiredo. Rio de Janeiro, 2000. 174p. Dissertação (Mestrado em Gestão Ambiental) - Universidade Estácio de Sá.

BONELLI, R. & GONÇALVES, R. R. Ensaios sobre Política Econômica e Industrialização no Brasil. Rio de Janeiro, CNI / SENAI, 1998.

BRASIL, 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal. Coleção Saraiva de Legislação, 22a edição, atualizada e ampliada, 1999.

BRILHANTE, O. M. & CALDAS, L. Q. de A. ...[ et al.]. Gestão e avaliação de risco e saúde ambiental. Editora FIOCRUZ, 1999.

BUENO, J. C. C. O que significa o certificado ISO 9000. Revista Tecnologia Hoje, 1995.

CATÁLOGO BRASILEIRO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL (CABES). Guia de saneamento ambiental no Brasil. Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES. Rio de Janeiro: 18ª Edição, 1998.

CAVALCANTI, Y. T. Diagnóstico da percepção ambiental e da estruturação do sistema de gestão ambiental das principais indústrias impactantes da Baía de Guanabara. Orientador: Ogenis Magno Brilhante. Rio de Janeiro, 1999 80p. Dissertação (Mestrado de Saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz.

CICCO, De F. ISO 14.000 e ISO 9.000: um casamento perfeito. Periódico da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) - Rio de Janeiro, 1995, 6p.

COELHO, M. Centres detona omissão do Poder Público. Revista Gerenciamento Ambiental, ano 1 no. 3, agosto/setembro 1998.

CONTEC, COMISSÃO DE NORMAS TÉCNICAS DA PETROBRAS. N-2644 - Critério para elaboração do plano de contingência local. Rio de Janeiro: Agosto, 2000.

CEDAE, COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. CD-ROM do Programa de Despoluição da Baía de Guanabara - Rio de Janeiro: 1996.

CETESB, COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL & ASCETESB, ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL. Resíduos sólidos industriais. São Paulo: Série ATAS, no 1, 1985. 182p.

CONAMA, CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução no 001, de 23/01/1986, que estabelece as definições, responsabilidades, critérios e diretrizes gerais para o uso e implantação da avaliação de impacto ambiental como instrumento de política nacional do meio ambiente. Secretaria Nacional do Meio Ambiente (SEMA). Brasilia, 1986.

CONWAY, R. A. Introduction to environmental risk analysis. In: Environmental Risk Analysis for Chemicals. New York: van Nostand Reinhold Company, 1982. Chapter 1. P. 1-30.

D’AVIGNON, A. Normas ISO 14.000 - Como podem influenciar sua empresa. Confederação Nacional da Indústria, 1996.

FIRJAN, FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Súmula Ambiental. Ano IV - N.º 47 . Editado pela Gerência de Meio Ambiente da FIRJAN, 2000.

FERREIRA, C. F. & FILHO, P. P. Resíduos industriais de alta periculosidade gerados no Estado do Rio de Janeiro: Quais são, de onde vem, para onde vão. XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL SÃO PAULO. Acervo da Biblioteca da FEEMA, 1987.

FERREIRA, C. F. O controle de resíduos industriais perigosos no Estado do Rio de Janeiro - Brasil. ENCONTRO LATINO AMERICANO SOBRE RESÍDUOS PELIGROSOS Y RESÍDUOS MINEROS. - CEPIS, Lima, Peru. Acervo da Biblioteca da FEEMA, 1986.

FURTADO, M. Rigor ambiental aumenta demanda por incineradores. Revista química e derivados. Editora QD, ano XXXV, no. 384. 2000.

GONÇALVES, Oliveira. Notícias em destaque. Rio de Janeiro: Jornal da Agência Folha de Notícias. 1998.

GUERRA, I. F. Ação Civil Pública e Meio Ambiente. Editora Forense. 1999.

INHABER, H. Energy Risk Assessment. New York: Gordon and Breach Science Publishers, Inc., 1982. P. 1-54.

IBGE, INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Anuário Estatístico do Estado do Rio de Janeiro. Centro de Informação de Dados do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro: CIDE. 1998.

IBAMA, INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS. A lei da natureza: lei de crimes ambientais. Brasília, 1998. 62p.

JORNAL DO BRASIL. A história, o preço e as conseqüências da poluição na Baía de Guanabara. Rio de Janeiro: Revista de Domingo. Ano 23, n.º 1150, Edição especial, 1998.

LA ROVERE, E. L. ... [ et al]. Emerging envorinmental auditing Regulations in Brazil and prospects for their implementation. UNEP, Industry and Environmental, Paris, 1995, p. 7.

LA ROVERE. E. L. ... [ et al.] . Manual de auditoria ambiental. Rio de Janeiro: Qualitymark Ed., 2000.

LEAL, L. N. Lixo de todo tipo. Rio de Janeiro: Revista de Domingo do Jornal do Brasil, ano 23, No 1.150, 1998.

MAIA, A. Meio ambiente, qualidade e gestão ambiental. Revista Fundação Estadual de Engenharia de Meio Ambiente (FEEMA). Rio de Janeiro: no. 30, 1995.

MELLO, J. M. C. O capitalismo tardio. 3ª edição São Paulo, Brasiliense, 1984.

MOKHIBER, R. Crimes corporativos: o poder das grandes empresas e o abuso da confiança pública. São Paulo: Página Aberta, 1995, p. 394.

OLIVEIRA, J. Código Penal - Legislação Brasileira. Editora Saraiva, 33ª edição, 1995.

PAMPLONA, N. & CAPORAL, A. Grupo IPIRANGA tem balanço positivo em todas as frentes. Rio de Janeiro: Gazeta Mercantil, 2000.

REIS, M. ISO-14.000: Gerenciamento ambiental - um novo desafio para a sua competitividade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1995.

REVISTA FEEMA. Histórico da Baía de Guanabara. Rio de Janeiro: FEEMA, No 27, julho-agosto, 1995.

REVISTA MEIO AMBIENTE INDUSTRIAL. Lei de crimes ambientais entra em vigor. Matéria especial, ano II, edição 12 - no 11, 1998.

REVISTA PROTEÇÃO. Bom exemplo a ser seguido. Matéria especial da Revista Proteção, ano XII, 1999.

ROUQUAYROL, M. Z. Epidemiologia & Saúde. Rio de Janeiro: Medsi Editora, 1986.

SÁNCHES, L. E. Desengenharia: O passivo ambiental na desativação de empreendimentos industriais. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2001.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (SEBRAE). CD-ROM Iniciando gestão ambiental. Rio de Janeiro, 1997.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (SEBRAE). Gestão Ambiental do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Rio de Janeiro: Edição SEBRAE, fascículo 2, 1996.

SILVA, H. V. de O. Auditoria de estudos de impacto ambiental. Rio de Janeiro, 1996. 250p. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Programa de Planejamento Energético e Ambiental, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

YOUNG, C. E. F. Abertura Comercial, Competitividade e Poluição: o comportamento da indústria brasileira (Relatório Final). CNPq, 1999.

SILVA, Ademir Brandão. Gestão Ambiental na Indústria: uma avaliação do comportamento dos setores químico e petroquímico com relação aos passivos ambientais e os problemas causados em torno da Baía de Guanabara [ Rio de Janeiro], 2001.

BRILHANTE, Ogenis Magno, ALMEIDA, Josimar Ribeiro de, SILVA, Ademir Brandão. Percepção das 50 principais indústrias, em torno da Baía de Guanabara, com relação aos seus passivos ambientais. Anais da V JORNADA CIENTÍFICA DE PÓS-GRADUAÇÃO DA FIOCRUZ. Campus de FIOCRUZ (RJ), de 25 de junho a 05 de julho de 1999.

BRILHANTE, Ogenis Magno, ALMEIDA, Josimar Ribeiro de, ROQUE, Odir Clécio da Cruz, SILVA, Ademir Brandão. Gestão Ambiental na Indústria: uma avaliação do comportamento dos Setores Químico e Petroquímico com relação aos passivos ambientais e os problemas causados em torno da Baía de Guanabara. Anais da VI JORNADA CIENTÍFICA DE PÓS-GRADUAÇÃO DA FIOCRUZ. Campus de FIOCRUZ (RJ), de 09 a 16 de junho de 2000.

BRILHANTE, Ogenis Magno, ALMEIDA, Josimar Ribeiro de, ROQUE, Odir Clécio da Cruz, SILVA, Ademir Brandão. Gestão Ambiental na Indústria: uma avaliação do comportamento dos Setores Químico e Petroquímico com relação aos passivos ambientais e os problemas causados em torno da Baía de Guanabara. Anais do I SEMINÁRIO NACIONAL SAÚDE E AMBIENTE NO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO. Série FIOCRUZ Eventos Científicos 2, Hotel Glória (RJ), de 11 a 14 de julho de 2000.

BRILHANTE, Ogenis Magno, ALMEIDA, Josimar Ribeiro de, ROQUE, Odir Clécio da Cruz, SILVA, Ademir Brandão. Conflitos e convergências das ações de controle dos passivos ambientais das indústrias química e petroquímica em torno da Baía de Guanabara. VI CONGRESSO BRASILEIRO DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE, Clube de Engenharia (RJ), de 27 a 29 de novembro de 2000.

ALMEIDA, Josimar Ribeiro de, SILVA, Rosimar Lima Brandão, PANNO, Márcia, SILVA, Ademir Brandão. Avaliação do passivo ambiental decorrente de atividade garimpeira na região do rio Gurupi - MA. VI CONGRESSO BRASILEIRO DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE, Clube de Engenharia (RJ), de 27 a 29 de novembro de 2000.

ALMEIDA, Josimar Ribeiro de, SILVA, Rosimar Lima Brandão, CAVALCANTI, Yara Teixeira, AGUIAR, Laís Alencar de, SILVA, Ademir Brandão. Estudo de viabilidade para conservação ambiental: Caso do bosque de Tabebuias - RJ. VI CONGRESSO BRASILEIRO DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE, Clube de Engenharia (RJ), de 27 a 29 de novembro de 2000.

ALMEIDA, Josimar Ribeiro de, PANNO, Márcia, SILVA, Ademir Brandão. Avaliação integrada de impactos ambientais de termelétricas: caso da TERMORIO - RJ. VI CONGRESSO BRASILEIRO DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE, Clube de Engenharia (RJ), de 27 a 29 de novembro de 2000.

 
 
  Início