HomeLista de Teses >  [REESTRUTURACAO DO SETOR ELETRICO: UM ESTUDO QUALIT...]


 

Nogueira, Valeria Aparecida. Reestruturação do setor elétrico: um estudo qualitativo das condições de trabalho e saúde dos eletricitários frente a privatização da CERJ. [Mestrado] Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública; 1999. v,108 p.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Anderson, J. (1991). A Nova Direita e a privatização: malogros britânicos, lições mundiais?. Espaço e debates: Brasil Pós-80, (32), 13-24.

Antunes, R. (1997). Adeus ao Trabalho? Ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 4a ed. São Paulo; Cortez; Campinas, SP: Ed. da UNICAMP.

Aranha, A.V.S. & Cunha, D. M. (1996). Modernidade e qualidade na CEMIG sob a lógica dos trabalhadores. In: F. P. A. Lima. & J .E. Normand. Qualidade da produção, produção dos homens. I Seminário Interinstitucional Trabalho, tecnologia & organização." Belo Horizonte, MG: Autor.

Assis, J.C.(1997). A nêmesis da privatização: Desregulação caótica das indústrias de serviços públicos no Brasil. Rio de Janeiro: Ed. Mecs.

Barbosa, Cláudia de O. (1994). Modernização Administrativa: seus impactos na saúde do trabalhador. In: Em pauta: Cadernos da Faculdade de Serviço Social da Uerj, (3), 21.

Barros, Octavio. (1991). O Brasil e o estágio atual do capitalismo mundial. Espaço e debates: Brasil Pós- 80, (32), 25-31.

Bastos, L. R., Paixão, L., Fernandes, L.M. & Deluiz, N.(1996).Manual para elaboração de projetos e relatórios de pesquisa, teses, dissertações e monografias.(ed. rev.). Rio de Janeiro: Guanabara.

Braverman, Harry. (1987). Trabalho e Capital Monopolista: A Degradação do Trabalho no Século XX. 3a ed.: Guanabara.

Brito, J. C. & Porto, M.F.S. (1990). Processo de trabalho, riscos e cargas à saúde. Apostila. RJ: CESTEH/ ENSP/ FIOCRUZ.

Buonfiglio, M .C. (1995.) Reestruturação produtiva e seus efeitos no mundo do trabalho. Trabalho apresentado no VII Encontro Norte - Nordeste de Ciências Sociais. UFPb, Paraíba.

Carvalho, Joaquim Francisco. (1997, 7 de outubro). Paradoxos da energia elétrica no Brasil. Folha de São Paulo, extraído da Internet, no Website: http:/ www.ilumina.org.br

Carvalho, Joaquim Francisco. (1998, 21 de agosto). Desmonte privatista. Jornal do Brasil, extraído da Internet, no Website: http:/www.ilumina.org.br.

Castro, M. H. G.(1991) Descentralização e política social no Brasil: as perspectivas dos anos 90. Espaço e debates: Brasil Pós-80, (32), 80-87.

Dejours, C. (1997). O Fator Humano. Editora Fundação Getúlio Vargas: Rio de Janeiro.

Dejours, C.(s.d.). Normalidade, trabalho e cidadania.CRP-06, Rio de Janeiro. Apostila

Duarte, F. G. M. (1994). A atividade dos operadores nas Indústrias de processo contínuo, In: A análise ergonômica do trabalho e a determinação de efetivos: estudo da modernização tecnológica de uma refinaria de petróleo no Brasil. Tese Mestrado. Sc., Programa de Engenharia de Produção, COPPE/ UFRJ. Cap. III, p.p. 25-36.

Grande Enciclopédia Larousse Cultural. (1995). Ed. Nova Cultural. Volume 09.

Faleiros, Vicente de Paula. (1992). O Trabalho da Política: A saúde e segurança dos trabalhadores. São Paulo: Cortez.

Gorender, Jacob.(1997). Globalização, tecnologia e relações de trabalho. In: Dossiê Globalização. Estudos Avançados 11(29), 1997.

Guimarães, Antônio A. (1991). Sonhos mortos, novos sonhos (fordismo, recessão e tecnologia no Brasil). Espaço e Debates: Brasil Pós-80, (32), 88-94.

Ianni, Otávio. (1996). A Era do Globalismo. 2a. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Larousse Cultural. (1995) Editora Globo. Impresso na Argentina

Minayo, M.C.S. (1996). Introdução à Metodologia de Pesquisa Social In: O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. SP/ RJ: HUCITEC/ ABRASCO.

Mineiro, Procópio. (1998). Por que a Light fracassou? In: Cadernos do Terceiro Mundo, abr./ maio 98, n.º207.

Netto, J. P. (1996). Transformações societárias e Serviço Social: Uma análise prospectiva da profissão no Brasil, In: Serviço Social e Debate, n.º 50,ano XVII.

Revista Crea-RJ.(1997). Baixa qualidade e tarifas altas na distribuição de energia elétrica. Set/ out 97, n° 12:Rio de Janeiro: Autor.

Rosa, Luiz P., et alli.(1996) O Estado do Rio de Janeiro e a Privatização do Setor Elétrico. ENERGE - COPPE - UFRJ: Rio de Janeiro.

Rosa, Maria Inês. (1994). Trabalho, Subjetividade e Poder. São Paulo: Edusp/Letras e Letras.

Secretaria de Estado de Indústria e Comércio do Estado do Rio de Janeiro (1988).CERJ: Histórico, Indicadores técnicos e de gestão, perspectivas. Editado pela Assessoria de Comunicação Social da CERJ.

Selligman-Silva, E. (1994). Desgaste Mental no Trabalho Dominado. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ; Cortez Editora.

SESMT/STIEEN. (1991). Condições de insegurança e/ou condições inseguras propiciadas pela CERJ aos seus trabalhadores. Niterói - RJ: STIEEN.

STIEEN. (1992). Dossiê sobre a situação da CERJ e dos funcionários da Empresa. Niterói - R.J.: Autor.

_______. (1993). Relatório da Auditoria do DNAEE realizada na CERJ. Niterói - R. J.: Autor.

_______. (1992). O papel social da CERJ e conseqüências da privatização Niterói - R.J.: Autor.

________. (1992). Situação atual da CERJ - Diagnóstico. Niterói - R. J.: Autor.

_____________. (1997). Os efeitos sociais da globalização. Set/ out. 1997, n.º 12: Rio de Janeiro: Autor.

Tolmasquim, M. T., & Pires, José C. L. (1996). Reformas Institucionais e Forças de Mercado: lições da indústria de eletricidade européia. Revista Brasileira de Energia, 5(1)7-23.

Wisner, A. (1987). Por dentro do trabalho: Ergonomia, métodos e técnicas. SP: FTDE/ Oboré. (p. 35; p.p. 129-135).

 
 
  Início