HomeLista de Teses >  [REESTRUTURACAO DO SETOR ELETRICO: UM ESTUDO QUALIT...]


 

Nogueira, Valeria Aparecida. Reestruturação do setor elétrico: um estudo qualitativo das condições de trabalho e saúde dos eletricitários frente a privatização da CERJ. [Mestrado] Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública; 1999. v,108 p.

APRESENTAÇÃO

O estudo, que ora se apresenta, pretende uma investigação acerca das possíveis deficiências e as conseqüentes implicações do processo de reestruturação do setor elétrico, tendo como foco central, as próprias falas dos trabalhadores da CERJ, sobre suas condições de vida e trabalho, frente a privatização da empresa.

O processo de construção deste estudo, contou com um trabalho de pesquisa, visando a compreensão das muitas variáveis e dimensões do problema. Para atingir os objetivos propostos, esta dissertação encontra-se organizada da seguinte forma:

O capítulo inicial tem como temática os procedimentos metodológicos aplicados ao presente estudo. Num primeiro momento, a formulação da situação problema e a construção do objeto de estudo, fomentam temáticas a serem discutidas no decorrer da dissertação. O segundo momento, deste capítulo, ocupa-se da apresentação do processo de seleção dos sujeitos, dos instrumentos utilizados para a coleta de dados e da estratégia de entrada em campo e o universo da pesquisa.

O segundo capítulo tem como objetivo expor os referenciais teóricos, que fundamentaram o estudo. São expostos alguns dos autores e documentos que se destacaram e contribuíram para uma maior compreensão acerca do processo de reestruturação do setor elétrico nacional, bem como das transformações que atingem a sociedade, de uma forma mais ampla. Em seguida, faremos uma pequena incursão na história do setor elétrico, enfatizando a constituição do setor elétrico nacional e, partindo daí, fazendo um esboço do recente histórico da indústria de energia elétrica no Rio de Janeiro, e também da CERJ. Esse arcabouço inicial de informações embasam a discussão sobre o mundo do trabalho dos eletricitários.

O terceiro capítulo é o mais importante da dissertação. Nele, priorizamos os depoimentos dos trabalhadores, para a partir destes, levantarmos as atuais condições de trabalho no setor elétrico no Rio de Janeiro, totalmente em mãos do Capital privado. Inicialmente, tenta-se fazer um esboço do perfil dos trabalhadores entrevistados, em relação à idade, escolaridade, estado civil, tempo de serviço na CERJ estatal, experiências anteriores à inserção na CERJ, dentre outras. Em seguida, tenta-se levantar, à título de comparação, as diferentes inserções destes trabalhadores, estando inseridos em empreiteiras e cooperativas, após o processo de demissão e os que permaneceram na CERJ, depois de privatizada. Outros aspectos priorizados na abordagem das diferentes realidades se remetem à questões como o ritmo e a jornada de trabalho, a qualificação profissional, os materiais e equipamentos de trabalho e as políticas de prevenção de acidentes.

Outros dois aspectos iminentes e, que finalizam o terceiro capítulo, se referem, primeiramente, às relações de trabalho e, por fim, o aspecto das possíveis conseqüências que as famílias dos eletricitários vivenciaram, segundo os depoimentos dos trabalhadores. A falas destes trabalhadores têm como cenário a privatização da CERJ e a intensa terceirização das atividades de energia elétrica.

Por fim, no quarto capítulo, apresentamos as conclusões que tiramos a partir desta investigação.

 
 
  Início