HomeLista de Teses >  [GIRIA MEDICA: TRAMBICLINICAS, PILANTROPICOS E EMB...]


 

Peterson, Christopher Robert. Gíria médica: trambiclínicas, pilantrópicos e embromeds. [Doutorado] Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública; 1999. 129 p.

ANEXO II

Trecho de entrevista gravada com médico traumatologista do Serviço de Resgate do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (33 anos).

"O CTI na minha opinião, com honradas exceções, é uma sala de tortura. Eu jamais queria ir para um CTI como paciente. A não ser quando o paciente é muito bem conduzido, no sentido de você tirar a dor dele e a consciência. Porque o paciente no CTI, se estiver lúcido, acordado e sabendo o que está acontecendo, deverá ter a mesma sensação de estar sendo torturado. Por que eu falo isso? Porque normalmente ele está com um tubo na traquéia, uma sonda nasogástrica, uma sonda vesical, está com várias veias canalizadas, parecendo até uma árvore de Natal, amarrado no leito, entendeu? Sem poder falar, sem poder comer, fazendo alimentação por uma sonda ou por via venosa, parenteral. Então se ele estiver acordado...sem falar dos ruídos dos monitores, que deixam um trauma muito grande...os gritos e sussurros dos outros pacientes que estão do lado...as luzes, que incomodam. E sem falar também da parte do ensino, dos acadêmicos, cada um quer fazer um procedimento, quer inventar uma coisa. Muitos pacientes, infelizmente, são cobaias dos próprios médicos que estão aprendendo. Um CTI, como o próprio nome diz, é uma terapia intensiva, então são pacientes que você tem que ficar de olho, constantemente. Eu já por várias vezes entrei em CTI e vi pacientes abandonados, e isso não faz sentido. Um paciente grave tem que ser...você tem que estar junto dele... para qualquer intercorrência, ele tem que ser imediatamente socorrido. Porque a máquina falha. O que não falha é a clínica, o que você vê. É olhando para o paciente. Os monitores não funcionam sozinhos. O monitor seria mais um adjuvante do médico...um auxiliar do médico... mas não soberano".

 
 
  Início