HomeLista de Teses >  [TESES E DISSERTACOES EM SAUDE PUBLICA E PORTARIAS ...]
 
 
 

Fundação Oswaldo Cruz
Escola Nacional de Saúde Pública

"Teses e dissertações em saúde pública e portarias do Ministério da Saúde: estudos de uma década sob a ótica do DECS "
Deise de Araujo  Grigório

Dissertação apresentada com vistas à obtenção do Título de Mestre

Orientador:  
Data de entrega: Agosto de 2002

    RESUMO
    CAPÍTULO 1 - INTRODUÇÃO
    CAPÍTULO 2 - OBJETIVOS
    CAPÍTULO 3 - MATERIAL E MÉTODO
    CAPÍTULO 4 - RESULTADOS E DISCUSSÃO
    CAPÍTULO 5 - CONCLUSÕES
    CAPÍTULO 6 - REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
    ANEXO 1 - LISTA DE CURSOS PÓS-GRADUAÇÃO – CAPES
    ANEXO 2 - CENTROS COOPERATES DA REDE BIREME
    ANEXO 3 - LISTA HIERÁRQUICA DA CATEGORIA SP – SAÚDE PÚBLICA DO DECS - DESCRITORES DE SAÚDE (3º NÍVEL)
    ANEXO 4 - LISTA HIERÁRQUICA DAS CATEGORIAS PRINCIPAIS DO DECS - DESCRITORES DE SAÚDE (1º NÍVEL)

Resumo:
O presente estudo trata de uma primeira aproximação entre dois eixos temáticos: o da produção científica na área da Saúde Pública e as diretrizes formais do Ministério da Saúde. Em relação ao primeiro eixo, investiga a produção científica da pós-graduação, mais especificamente as dissertações de mestrado e teses de doutorado, em Saúde Pública, produzidas no Brasil, na última década, indexadas na base de dados bibliográfica LILACS/BIREME. Em relação ao segundo eixo - diretrizes formais do Ministério da Saúde, indexa as Portarias do Ministério da Saúde/Gabinete do Ministro, publicadas na última década no Diário Oficiais da União, objetivando a identificação das diretrizes políticas formais. Por se tratar de dois eixos temáticos, apresenta a evolução histórica das políticas de saúde desde o período do Brasil Imperial até a década de noventa; assim como, conceitua as principais etapas do processo de indexação de documentos. Para a análise temática foram construídas duas bases de dados, utilizando o software Microisis, onde foi utilizada a metodologia LILACS e o vocabulário controlado DeCS - Descritores em Ciências da Saúde. Os resultados obtidos em cada bloco foram analisados isoladamente, considerados até o terceiro nível hierárquico do DeCS, em tabelas e gráficos. Ao final é realizado estudo comparativo entre as tendências temáticas das teses e dissertações e as políticas formais do Ministério da Saúde, identificando a direcionalidade de cada eixo. Desta forma, apresenta uma pequena colaboração, sob a ótica da Ciência da Informação, para a área da Saúde Pública.


Palavras-chave:
CIENCIA DA INFORMAÇÃO; POLÍTICA DE SAÚDE; DISSERTAÇÕES ACADÊMICAS; DESCRITORES

  Início