HomeLista de Teses >  [ESTUDO DE PATOGENOS E METAIS EM LODO DIGERIDO BRUT...]
 
 
 

Fundação Oswaldo Cruz
Escola Nacional de Saúde Pública

"Estudo de patógenos e metais em lodo digerido bruto e higienizado para fins agrícolas, das estações de tratamento de esgotos da ilha do governador e da Penha no estado do Rio de Janeiro"
Welington Ferreira  Chagas

Dissertação apresentada com vistas à obtenção do Título de Mestre

Orientador: SZACHNA ELIASZ CYNAMON
Data de entrega: Fevereiro de 2000

    RESUMO
    CAPÍTULO 1 - INTRODUÇÃO
    CAPÍTULO 2 - PROPOSIÇÃO DE OBJETIVOS
    CAPÍTULO 3 - REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
    CAPÍTULO 4 - METODOLOGIA
    CAPÍTULO 5 - RESULTADOS E DISCUSSÃO
    CAPÍTULO 6 - CONCLUSÃO
    CAPÍTULO 5 - REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Resumo:
O presente trabalho investigou a concentração de metais pesados e o processo de higienização do lodo com cal em termos de sua eficiência na eliminação de patógenos das estações de tratamento de esgotos da Ilha do Governador e Penha no Estado do Rio de Janeiro, visando sua reciclagem como insumo agrícola. No processo de higienização foram avaliados três parâmetros microbiológicos: coliformes totais, coliformes fecais e salmonela. Na calagem foi incorporado ao lodo dose de 50% de seu peso seco, o que manteve o pH da mistura sempre igual ou superior a 12. Os metais pesados determinados no lodo bruto e no lodo calado foram os seguintes: cádmio, cobre, zinco, níquel, cromo e chumbo. Visando sua reciclagem como insumo agrícola o trabalho estabelece uma comparação entre os limites legais vigentes em outros países para os poluentes retidos no lodo das estações de tratamento de esgotos e as concentrações que foram encontradas, para os mesmos poluentes, nos lodos das estações de tratamento de esgoto da Ilha do Governador e Penha.


Palavras-chave:
Destino de Lodo; Tratamento de Lodo; Condicionamento de Lodo; Caracterização de Lodos

  Início