HomeLista de Teses >  [EXPERIMENTACAO ANIMAL: RAZOES E EMOCOES PARA UMA E...]
 
 
 

Fundação Oswaldo Cruz
Escola Nacional de Saúde Pública

"Experimentação animal: razões e emoções para uma ética"
Rita Leal  Paixão

Tese apresentada com vistas à obtenção do Título de Doutor

Orientador: Fermin Roland Schramm
Data de entrega: Maio de 2001

    RESUMO
    INTRODUÇÃO
    CAPÍTULO 1 - A EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL
    CAPÍTULO 2 - OS ANIMAIS E O DEBATE MORAL
    CAPÍTULO 3 - O ARGUMENTO DOS CASOS MARGINAIS
    CONSIDERAÇÕES FINAIS
    REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Resumo:
Um intenso debate sobre a "experimentação animal" emergiu, especialmente nas últimas três décadas, a partir de questionamentos sobre a legitimidade moral e científica dessa forma de utilização de animais. O principal objetivo desse estudo foi revelar esse debate e, através de uma "desconstrução", mostrar a natureza e a importância da infra-estrutura ética sobre a qual se erguem as nossas considerações sobre os animais e, consequentemente, a forma de tratamento que é destinada a eles. O enfoque particular aqui apresentado é a articulação da "questão científica" à "questão ética", em busca de saber "como devemos tratar os animais". Nesse sentido, investigou-se o desenvolvimento da prática da experimentação animal até os dias atuais, assim como o desenvolvimento dos métodos alternativos, as críticas e a defesa do método científico, a visão ocidental sobre os animais através dos tempos e, especialmente, o debate moral acerca dos animais no contexto do movimento da ética aplicada e da bioética. Finalmente, o argumento dos casos marginais é apresentado como um argumento central no debate do "problema moral" da experimentação animal. Argumenta-se que os diferentes contra-argumentos oferecidos não conseguem refutá-lo e defende-se um "status moral" para os seres sencientes.


Palavras-chave:
ética; bioética; direitos dos animais; bem-estar animal; experimentação animal

  Início