HomeLista de Teses >  [EMPODERAMENTO DE IDOSOS EM GRUPOS DIRECIONADOS A P...]
 
 
 

Fundação Oswaldo Cruz
Escola Nacional de Saúde Pública

"Empoderamento de idosos em grupos direcionados à promoção da saúde"
Mirna Barros  Teixeira

Dissertação apresentada com vistas à obtenção do Título de Mestre

Orientador: SELMA DE SOUZA LEÃO
Data de entrega: Abril de 2002

    RESUMO
    CAPÍTULO 1 - PROMOÇÃO DE SAÚDE E GERONTOLOGIA
    CAPÍTULO 2 - EMPODERAMENTO COMO ESTRATÉGIA DE GANHO DE SAÚDE
    CAPÍTULO 3 - GRUPO COMO APOIO SOCIAL
    CAPÍTULO 4 - METODOLOGIA
    CAPÍTULO 5 - RESULTADOS E DISCUSSÃO
    REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
    CONCLUSÃO
    ANEXO I

Resumo:
Este trabalho buscou investigar o empoderamento de pessoas idosas a partir da participação em grupos de encontro, direcionados à Promoção da Saúde. Partindo-se do pressuposto que o aumento da longevidade provoca o desempoderamento compreendido como perda da autonomia positiva das pessoas idosas devido à imagem negativa da velhice, associada a perdas fisiológicas, psicológicas e sociais; levanta-se a hipótese de que a participação de pessoas idosas, na dinâmica de grupos voltados para a valorização do envelhecer, implica no favorecimento do empoderamento, que se traduz em autonomia positiva. O método utilizado se apoiou na entrevista e no grupo focal estando inserido na Pesquisa Qualitativa em Saúde. Utilizou-se, como campo de investigação o grupo de idosos do PROVE - Projeto de Valorização do Envelhecer, cujo objetivo é promover um espaço onde os idosos, possam estar discutindo assuntos voltados para o fenômeno da longevidade. Investiga-se esse grupo de encontro de idosos a partir de sua proposta de construção positiva da velhice. Os resultados demonstraram que a participação dos idosos em grupos voltados para o envelhecimento, favorece o empoderamento, expressa em autonomia positiva, na medida em que os grupos atuam como apoio social aumentando a rede social dos idosos, proporcionando a diminuição da alienação através de uma reflexão crítica acerca dos valores negativos associados à velhice. E, constata-se, ainda, o incremento de conhecimentos, através da incorporação e aplicação em suas vidas cotidianas conteúdos da área da Geriatria e Gerontologia ministrados através das palestras. Desse modo este trabalho tem como pretensão, a partir de referências teóricas do campo da Promoção da Saúde onde se insere o tema do empoderamento e de uma consideração metodológica, problematizar a possibilidade de abordagem e soluções de questões da promoção da saúde no campo do envelhecimento e a busca de novos espaços para a promoção da construção da autonomia das pessoas avançadas no tempo.


  Início